/Nova Russas: Governo do Estado liberou um lote extra com duas mil e quinhentas vacinas para o município

Nova Russas: Governo do Estado liberou um lote extra com duas mil e quinhentas vacinas para o município

O Governo do Estado vai enviar um lote extra com duas mil e quinhentas vacinas contra a gripe para ampliar a cobertura vacinal do município de Nova Russas depois que foi confirmado um óbito por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) neste ano. 

O Ceará já registrou sete óbitos causados pela influenza H1N1, de acordo com a Secretaria Estadual da Saúde (Sesa), até 1º de junho deste ano.

A orientação da Secretaria de Saúde do Estado é que o município de Nova Russas intensifique os trabalhos de cobertura dos grupos de risco até a próxima sexta-feira (14/06).

Dentre os grupos prioritários, estão crianças de 6 meses a menores de 6 anos; gestantes; idosos com 60 anos ou mais, mulheres com até 45 dias pós-parto, doentes crônicos, trabalhadores da saúde, população indígena, adolescentes e jovens sob medida socioeducativa,  população carcerária e funcionários do sistema prisional, professores de escolas públicas e particulares e profissionais das forças de segurança e salvamento.

É importante que o município realize uma campanha de esclarecimento para população. Muitos idosos não se vacinam porque acreditam que as vacinas causam reação e perdem a noção da gravidade do problema que o vírus pode levar a morte. Os familiares também podem ajudar incentivando os grupos de risco a procurarem os postos de saúde para se vacinarem.

Neste período o município também pode montar uma força tarefa com os agentes de saúde para irem até as famílias que ainda não foram vacinadas.

O departamento de Vigilância do município precisa divulgar os dados da cobertura vacinal, o hospital não pode faltar a medicação do antiviral
fosfato de oseltamivir indicado para todos os casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e casos de síndrome gripal (SG) com
condições e fatores de risco para complicações.

Os vereadores  também devem convocar a Secretária de Saúde do município para dar explicação sobre a cobertura vacinal e as medidas que estão sendo adotadas pelo município para combater o vírus influenza A H1N1 e garantir a saúde da população.

(Ceará Notícias, Reginaldo Silva)

Comente com Facebook