/Entra no ar a guerra de versões no caso dos vazamentos de mensagens

Entra no ar a guerra de versões no caso dos vazamentos de mensagens

Com o trabalho da Polícia Federal de prender os suspeitos de invasão dos telefones, do então juiz Sérgio Moro e do procurador da Lava Jato Deltan Dallagnol, além de outras autoridades e jornalistas, no primeiro momento fortalece a versão de Moro, por outro lado, ala do Supremo Tribunal Federal mostra que o cerne do problema permanece.

Walter Delgatti Neto, preso na Operação Spoofing, disse a investigadores, nesta terça-feira (23/07), ter dado ao jornalista Glenn Greenwald acesso a informações capturadas do aplicativo Telegran.

A defesa do jornalista, fundador do site The Intercep Brasil, disse, em nota, ” que não comenta assuntos relacionados a indentidade de suas fontes anônimas.

Moro sempre afirmou que conteúdo foi obtido pelo The Intercept Brasil de forma criminosa, sem confirmar se o conteúdo são verdadeiros ou não.

Por outro lado surge uma outra versão, defendida por uma ala de ministros do STF, suponha-se que, com a violação de uma correspondência, descubra-se o autor de um assassinato. O fato de um crime ter gerado a informação deve anular a descoberta?

Comente com Facebook