/Ciro defende expulsão de parlamentares que votarem a favor da reforma da Previdêncioa

Ciro defende expulsão de parlamentares que votarem a favor da reforma da Previdêncioa

O ex-ministro e candidato a presidente da República nas eleições de 2018, Ciro Gomes defende publicamente a expulsão de membros do PDT que votarem a favor da reforma da Previdência. “Um partido que tem o histórico trabalhista que nós temos, não pode votar contra a maioria da classe de trabalhadores do nosso País, defende Ciro.

Ciro disse que o governo recorreu ao “toma lá, dá cá” que tanto criticou para aprovar a reforma da Previdência no Congresso. Na conversa por telefone com a deputada federal de seu partido Tabata Amaral, o ex-ministro fez de tudo para convencê-la a mudar de opinião, mas ela alegou que, após negociações, o governo atendeu às reivindicações da bancada feminina e alterou até mesmo o cálculo da aposentadoria.

Contrariado, Ciro foi às redes sociais e pregou a expulsão dos pedetistas desobedientes. “A tentativa de compra de votos por dinheiro de emendas ou ofertas mentirosas a Estados e municípios ronda, neste momento, até os partidos de oposição”, escreveu ele no Twitter. “Defenderei que o PDT expulse aqueles que votarem contra o povo nesta reforma de previdência elitista.”

 

No Twitter, Ciro explica os motivos pelos quais o partido não pode votar favorável a reforma da Previdência.

Comente com Facebook