Sarto deve conduzir o processo de sucessão na Assembleia antes de renunciar ao cargo

2 Min. de Leitura

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, Sarto Nogueira (PDT), eleito prefeito de Fortaleza, deve costurar um consenso à sucessão da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa para o biênio 2021-2022. Existe uma única unanimidade, que a base governista deve partir coesa. Quatro nomes agem nos bastidores ainda que de forma discreta;  Evandro Leitão, Sérgio Aguiar, Tin Gomes e Zezinho Albuquerque. 

Sarto Nogueira (PDT) está conduzindo o processo de sucessão. Ele tem até o dia 31 de dezembro para renunciar ao mandato e ao cargo na Mesa Diretora. Até lá, vai articular o nome. Na manhã desta quinta-feira (03/12), um dos gabinetes de Sarto estava movimentado. Ele se reuniu com vários deputados da base aliada.

Sarto também já anunciou que a votação para a eleição da nova Mesa Diretora deve ocorrer até o dia 15 de dezembro.  “Nós vamos conversar com o PDT, nos próximos dias, para ver qual a posição do partido em relação a nomes que possam compor uma eventual chapa”, destacou o presidente.

O rito processual para escolha da Mesa Diretora será precedida de registro, devendo ser subscrita por um quinto, no mínimo, dos parlamentares; posteriormente deferido o registro, logo após o Departamento Legislativo deverá organizar a votação e por fim a votação será secreta, sendo eleita a chapa com maioria absoluta.

 

Compartilhar Notícia