Sargento da PM morre em operação no Morro dos Macacos, zona norte do Rio

2 Min. de Leitura
LINS1099 - RJ - 28/06/2018 - OPERAÇÃO / MORRO DOS MACACOS - METRÓPOLE OE - A Polícia Militar faz uma operação no Morro dos Macacos, em Vila Isabel, Zona Norte do Rio, na manhã desta quinta-feira (28). O sargento Jason da Costa Pinheiro, de 42 anos, foi baleado na cabeça durante a ação e morreu. A operação desta manhã é realizada por homens da Unidade de Polícia Pacificadora da comunidade. Devido à intensa troca de tiros, o Túnel Noel Rosa, que liga os bairros de Vila Isabel e Sampaio e corta o morro, está fechado nos dois sentidos. Policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) foram acionados para dar apoio à ação. Foto: FABIO MOTTA/ESTADÃO

Um sargento da Polícia Militar foi morto durante uma operação policial realizada na manhã desta quinta-feira, 28, no Morro dos Macacos, em Vila Isabel, zona norte do Rio de Janeiro. Segundo informações da corporação, a vítima era o 2.º sargento Jason da Costa Pinheiro, lotado na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da comunidade.

Ele foi baleado na cabeça e recebeu atendimento no Hospital do Andaraí, mas não resistiu aos ferimentos. O policial tinha 42 anos, ingressou na corporação em 2000 e deixa mulher e três filhas. Ele é o 58.º policial militar morto em ações violentas no Estado do Rio neste ano, segundo informações da PM.

A operação, realizada por policiais da UPP para checar informações do setor de inteligência na comunidade, interditou os dois sentidos do túnel Noel Rosa. O Centro de Operações da Prefeitura do RJ pediu que os motoristas evitassem a região. Segundo a PM, os agentes foram confrontados em diversos momentos e o Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) foi acionado para dar apoio.

Nesta quinta-feira, também é realizada um operação de intervenção das Forças Armadas e da Secretaria de Segurança nos morros do Chapadão e da Pedreira, na zona norte do Rio. A ação envolve cerco e desobstrução de vias e revistas de pessoas e veículos.

Foram disponibilizados 5,4 mil militares das Forças Armadas, 80 policiais militares e 100 policiais civis. Panfletos estão sendo distribuídos por helicópteros nas comunidades com orientações sobre como colaborar anonimamente com informações úteis e acessar a Ouvidoria da Intervenção.

Por volta das 11h, o túnel Marcello Alencar também foi interditado no sentido Aterro do Flamengo em razão de uma ocorrência policial, segundo informações do Centro de Operações. A Polícia Militar atua no local./AE

 

Compartilhar Notícia