MPCE deflagra operação que investiga organizações criminosas em presídios cearenses

1 Min. de Leitura

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO), deflagrou na manhã desta sexta-feira (20) a Operação Carretilha. Foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão nas cidades de Fortaleza e de Cascavel, pelo Departamento Técnico Operacional (DTO) da Polícia Civil do Estado do Ceará.

A operação faz parte da investigação que apura a apreensão de quatro aparelhos celulares, em 2018, no Centro de Execução Penal e Integração Social Vasco Damasceno Weyne- CEPIS, situado em Itaitinga-CE. A denúncia foi apresentada pelo GAECO à Vara de Delitos de Organizações Criminosas. 

Após decisão judicial, os dados telemáticos dos objetos foram extraídos e, após análise, foi constatado que um dos celulares investigados era de uso compartilhado dentro do presídio, tendo sido identificados três dos seus usuários. Além disso, foi comprovado o envolvimento dos investigados com uma facção com capilaridade internacional, que atua na comercialização de drogas. Eles estavam em plena atividade.

Compartilhar Notícia