/Cerca de 690 mil cearenses ainda precisam de vacina contra a gripe

Cerca de 690 mil cearenses ainda precisam de vacina contra a gripe

A vacina contra a gripe já alcançou mais de 1,8 milhões de pessoas dos grupos prioritários no Ceará. Os dados são do Ministério da Saúde, colhidos até as 11h deste sábado (25/05), e representam 73,1% da meta de 90%. A campanha pretende imunizar os cerca de 690 mil (16,9%) restantes até o prazo final, dia 31 de maio.

Disponível em 2.385 postos de saúde nos 184 municípios do estado, a vacina contra a influenza tem proteção trivalente (H1N1, H3N2 e B/Colorado/06/2017). A dose visa atender prioritariamente crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, mulheres com até 45 dias pós-parto, idosos com 60 anos ou mais, doentes crônicos, trabalhadores da saúde, índios, adolescentes e jovens sob medida socioeducativa, professores de escolas públicas e particulares, funcionários do sistema prisional e profissionais das forças de segurança e salvamento (policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas).

Dentro dos grupos prioritários, a situação da População Privada de Liberdade é a mais crítica no estado, com apenas 11,59% vacinados. Do outro lado, Funcionários do Sistema Prisional tem o maior alcance com 118,67% dessa população imunizada. Na sequência estão mulheres com até 45 dias pós-parto (83,08%), índios (81,45%) e gestantes (80,38%).

Fortaleza 

A meta de 95% de Fortaleza supera a do Ceará, mas apresenta um resultado pior. Apenas 60% da prioridade foi vacinada até esta sexta-feira (25), segundo a coordenadora das Regionais de Saúde de Fortaleza, Aline Gouveia. “No dia 31 estaremos finalizando oficialmente a campanha nacional contra a gripe. É de extrema importância que os grupos prioritários citados procurem as nossas unidades de saúde. Durante a semana, nós temos 113 postos de saúde abertos, de 7h às 19h”, alerta.

Neste domingo (26), apenas dois postos de saúde estarão abertos na cidade: Paulo Marcelo, no Centro, e Messejana casa Verde, no bairro Messejana. O atendimento acontece das 8h até as 17h./ G1

Comente com Facebook