/Um Gabigol de carne e osso se aproxima da torcida do Flamengo com abraços a cada gol

Um Gabigol de carne e osso se aproxima da torcida do Flamengo com abraços a cada gol

Mesmo na contramão das regras, o atacante Gabigol quebra barreiras e se torna no Rio o jogador de futebol mais querido da torcida do Flamengo. Diria até que não é somente entre os flamenguista que o atleta se torna referência de atleta carismático, uma vez que muitas crianças torcedoras de outras equipes do Rio também gostariam de abraçá-lo e já imitam seus gestos. Gabigol é a antítese do jogador de futebol da atualidade, aquele que se afasta de sua gente, que não para para atender seguidores do time a não ser quando não consegue “fugir” do público e que evita esse contato com o torcedor, o bem maior de qualquer de futebol.

Gabigol faz tudo ao contrário disso. Participa de eventos programadas com crianças com bastante empenho e alegria, como foi no Pacaembu tempos atrás. A cada gol no Maracanã, vai para os braços dos torcedores que o esperam na “geral”. Tocar Gabigol após um gol é quase tocar um “deus” do futebol, ao menos naquele cenário e naquele instante. E o atacante do Flamengo também abraça seu povo, mesmo sabendo que será punido pelo árbitro, o anti-herói dessa história. O futebol brasileiro precisa de mais “Gabigols”, de mais alegria, de mais aproximação com os torcedores. De mais calor nas partidas. Gabigol quer viver seu momento com mais aplaude seu futebol, o torcedor. \ AE

Comente com Facebook