Tasso e Ciro devem se unir para liderar oposição ao PT no Ceará

2 Min. de Leitura

O PSDB do Ceará reconduziu o vice-prefeito de Fortaleza, Élcio Batista, ao comando da legenda no estado, em Convenção realizada nesta segunda-feira (30/10), no Marina Park Hotel. O evento contou com a presença do prefeito de Fortaleza, José Sarto (PDT), do presidente da Câmara Gardel Rolim (PDT), do ex-prefeito da capital, Roberto Claúdio (PDT) e em especial dos ex-governadores do Ceará, Tasso Jereissati (PSDB) e Ciro Gomes (PDT).

.Tanto Ciro quanto Tasso reforçaram a disposição de fazer oposição ao governador Elmano de Freitas (PT), no estado e sinalizaram a manutenção da aliança e da dupla Sarto e Élcio.

“O Ceará precisa de novo se levantar e dizer não à prepotência, aos traidores, aos corruptos, que hoje comandam nosso estado. Esse pedaço do PDT que está aqui não aceita suborno”, disse Ciro fazendo referência ao racha com a ala cidista que é liderada pelo irmão e que defende a aliança do PDT com o PT no Ceará.

O ex-senador Tasso Jereissati também fez críticas a atual gestão do Governo do Estado e reforçou a tese da parceria entre as duas siglas, PDT e PSDB, com o objetivo de unir forças para fezer um Ceará diferente, juntando “todos aqueles que já trabalharam pelo Estado”. E acrecentou: “Nós estamos aqui muito honrados com a presença do Ciro, construindo e reconstruindo um partido que juntos fizemos um Ceará diferente”, destacou.

Política é feita de fatos e sinalizações. O que ficou demonstrado na Convenção do PSDB que reconduziu Elcio Batista à presidência da sigla no Ceará, fica patente a disposição de Tasso e Ciro em se unirem novamente para fazer oposição ao Governo do Ceará, comandado pelo PT de Elmano de Freitas.

Compartilhar Notícia