/Tasso diz que presidente pode ajudar reforma da Previdência no Senado, ficando calado e evitando matérias polêmicas

Tasso diz que presidente pode ajudar reforma da Previdência no Senado, ficando calado e evitando matérias polêmicas

O senador Tasso Jereissati (PSDB) disse em entrevista a Folha de São Paulo que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) deve ficar calado, para evitar atritos neste período de aprovação da reforma da Previdência e evitar matérias polêmicas como a indicação do filho para embaixada nos EUA.

Questionado pelo Jornal sobre o papel do presidente neste momento em que a reforma tramita no Senado, Tasso foi enfático:

“Acho que a postura que ele deve ter é quanto mais calado, melhor, que aí as coisas fluem com mais tranquilidade, sem criar nenhum ponto de atrito.

Aquelas declarações, algumas iniciativas, ele pode suspender, por enquanto, para não contaminar o ambiente. Por exemplo, a indicação do filho como embaixador.

O Senado é que vai respaldar ou não uma possível indicação para embaixador nos Estados Unidos. Qualquer coisa que venha contaminar o ambiente não é bom que venha do Poder Executivo.” declarou o senador.

(Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

Comente com Facebook