/Tamboril e as enquetes nas redes sociais

Tamboril e as enquetes nas redes sociais

Estão antecipando o debate político em Tamboril faltando mais de um ano para realização do pleito eleitoral. A antecipação é fruto das várias enquetes que estão sendo lançadas no município fazendo avaliações de vários nomes e analisando tendências.

Primeira, segunda e terceira via caminham em direção a escolha de nomes que possam representar melhor um projeto para cidade.

Nas últimas décadas, Tamboril experimentou modelos administrativos distintos. O projeto político do ex-prefeito Chico Timbó, do ex-prefeito e agora deputado estadual Jeová Mota (PDT), o modelo administrativo do advogado Ramiro Junior e do atual prefeito, Pedro Calisto.

Diante dessa conjuntura que já administraram o município, eis que surge um novo grupo político, uma possível terceira via liderada pelo ex-prefeito derrotado na última eleição, Ramiro Junior, unindo-se ao bloco liderado pelo ex-prefeito Chico Timbó.

Neste novo cenário surgem novas combinações de nomes e perspectivas de formação de chapas envolvendo as três vias, que até o momento demonstram disposição de entrarem no campo de batalha.

As enquetes, não demonstram a realidade, não tem o mesmo grau de assertividade de uma pesquisa, porém, apontam as preferências de um segmento mais jovem por se tratar de dados coletados na internet.

Até aqui, os nomes apontados pelo Deputado Estadual Jeová Mota, apresentam um melhor desempenho; seja com Marcelo Mota ou Gilson Mota. A terceira via ainda patina na confiabilidade da população sobre sua materialidade. A união entre Chico Timbó e Ramiro Junior vai sendo construída em torno dos nomes de Jaqueline Torres e Carol Timbó, jogando Fábio Seguros para o fim da fila.

Na outra raia, corre a dupla Pedro e Bibi, que mesmo enfrentando desgastes administrativos não podem ser menosprezados pela força da máquina.

O pleito ainda está longe, ainda é muito cedo para fazer projeções, por enquanto, prevalece o disse me disse no município, que tenta a todo custo jogar uns contra os outros.

A política é dinâmica é verdade, mas, o povo tem o poder de decidir. É inegável que o município de Tamboril ganhou maturidade política no processo de escolha de seus representantes nas últimas eleições e com o avanço da tecnologia tem cada vez mais informações e capacidade de fazer melhores escolhas.

Cabe ao povo tamborilense, única e exclusivamente, decidir que projeto merece governar o município nos próximos anos, uma vez que todos os grupos já foram testados. Qual desses modelos administrativos mais ajudou a nossa comunidade, o meu bairro, o meu distrito e o município em sua totalidade? Esse questionamentos necessitam ser respondidos

A foto que ilustra a matéria responde a onda de boataria política da semana, em que se afirmava que o grupo do deputado Jeová Mota estaria perdendo adeptos. Na última sessão da Câmara Municipal, os vereadores; Sampaio Farias, Jardelina, Zim, Giovani, Sonho Veras e Chiquinho Cabo, atual presidente da Casa, reafirmaram a união da oposição de Tamboril,ao lado do deputado Jeová Mota e contrario a gestão do atual prefeito Pedro Calisto.

Alea jacta est.”, “a sorte está lançada”.

 

Comente com Facebook