Suspeitos de assaltar apartamento de Carlinhos Maia são presos; influenciador se pronuncia

2 Min. de Leitura

Três homens suspeitos de participarem do assalto ao apartamento do influenciador digital Carlinhos Maia foram presos na cidade de Campina Grande, na Paraíba. 

De acordo com informações do site da Polícia Civil de Alagoas, eles foram localizados após a identificação de um veículo suspeito que estava nas imediações do condomínio onde mora Maia, no bairro de Cruz das Almas, em Maceió, na noite do crime.

Em coletiva de imprensa realizada nesta terça-feira, 7, a polícia informou que os presos têm relação direta com o automóvel e que um deles estava dentro do veículo no momento da prisão.

Foram apreendidos um par de luvas, uma lanterna e uma escada, objetos que teriam sido utilizados durante o crime. Os bens roubados durante a invasão, avaliados em R$ 5 milhões, não foram encontrados.

Segundo a polícia, o carro saiu de Campina Grande na noite de sábado, 28 de maio, quando aconteceu o furto, e só parou por alguns minutos, justamente na residência de Carlinhos Maia, para buscar os criminosos.

Dentre os presos, dois têm histórico criminal, incluindo participação no arrombamento de uma residência na cidade paraibana e no furto do cofre de uma igreja. A Polícia Civil de Alagoas deve continuar as investigações até que todos os suspeitos sejam identificados.

Pronunciamento de Carlinhos Maia

Na tarde desta terça, 7, Carlinhos Maia utilizou os stories do Instagram para se pronunciar sobre a prisão dos três suspeitos de participarem do assalto em seu apartamento.

“Estou muito orgulhoso da polícia de Alagoas. Como falei desde o início, sempre confiei no trabalho deles. Extremamente orgulhoso. Agora é esperar esse filme de terror terminar definitivamente”, escreveu.

O influenciador já havia comentado o crime durante entrevista ao Fantástico, veiculada no último domingo, 5, quando falou sobre o excesso de exposição nas redes sociais por conta de seu trabalho. /F5

Carlinhos Maia publicou um pronunciamento nos Stories nesta terça, 7 de junho, e disse estar orgulhoso do trabalho da Polícia Civil de Alagoas.

(Foto: reprodução)

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhar Notícia