PSB de Santa Quitéria fica com Braguinha

2 Min. de Leitura

A política do interior cearense vive um momento de ebulição, com o desdobramento de filiações de prefeitos, vice-prefeitos e lideranças políticas ligadas ao senador Cid Gomes (PDT-CE), que deixa sua legenda e passa a integrar o PSB, cuja sigla já foi comandada por seu grupo político no estado.

Enquanto deputados federais, estaduais e vereadores aguardam a abertura das respectivas janelas para também ingressarem no PSB, agora comandado por Eudoro Santana, pai do ministro da Educação, Camilo Santana, as principais lideranças cidistas dos municípios cearenses que não necessitam de janela vão desembarcado na nova casa partidária.

Braguinha, prefeito eleito de Santa Quitéria com 51,39% dos votos em 2020, pelo PSB, está tentando voltar ao cargo por conta de questões judiciais, no momento, assume o comando do município, sua vice, a prefeita interina, Lígia Protásio. Ambos estiveram reunidos com o senador Cid Gomes nos últimos dias com o objetivo de assumir o comando da legenda no município, contudo, o martelo foi batido e fica mesmo com Braguinha.

Dentre os critérios para assumir o comando do PSB nos municípios é o gestor já está filiado a legenda e ter o aval do deputado estadual mais votado no município. Braguinha preenche os dois requisitos, foi eleito pelo PSB e apoia o deputado estadual Jeová Mota, aliado histórico do senador Cid Gomes.

Braguinha esteve na Serra Serra da Meruoca nesta quarta-feira (31/1), acompanhado do deputado Jeová Mota, do presidente da Câmara Municipal de Santa Quitéria, Joel Barroso e algumas lideranças políticas do município. “Discutimos diversos assuntos de interesse político e partidário do nosso município, o que nos deixou muito satisfeitos”, disse Braguinha em suas redes sociais.

Compartilhar Notícia