/Poranga: médico, Elísio Maranhão, não é mais Diretor Clínico do Hospital Francisco Antonio de Pinho

Poranga: médico, Elísio Maranhão, não é mais Diretor Clínico do Hospital Francisco Antonio de Pinho

Nesta quarta-feira, de janeiro, o médico e Diretor Clínico do Hospital Municipal, Francisco Antonio de Pinho, foi dispensado de suas funções pela atual gestão, comandada pelo prefeito Carlos Antonio, que assumiu a prefeitura após a cassação do ex-prefeito, Carlisson Assunção.

Alguns servidores do município que não querem se identificar, alegam supostos casos de perseguição política no município, desde que Carlos Antonio assumiu a prefeitura. Um clima de insegurança administrativa teria se instalado no município. O médico Elisio Maranhão pode ter sido mais um desses casos.

Elisio Maranhão é cunhado do ex-prefeito Carlisson Assunção e mesmo fazendo um grande trabalho a frente da Direção Clínica do Hospital Francisco Antonio de Pinho, foi dispensado de suas funções por motivos alheios, é o que relata o médico em suas redes sociais. Ele também agradece ao povo de Poranga pela acolhida calorosa que teve no município, ao destacar que seu contrato não foi renovado pela atual gestão.

Em sua página nas redes socias, onde fez o comunicado de que a partir deste dia de 2020 não pertencia mais aos quadros clínicos do Hospital Municipal de Poranga, recebeu dezenas de manifestações de apoio: “Triste isso infelizmente!!..queria ressaltar aqui população mais um profissional se vai , justamente por politicagem quem conhece e trabalha com Dr Elísio sabe seu compromisso e dedicação principalmente sua preocupação com a população, minha admiração por vc Mestre..” disse um dos apoiadores do trabalho do médico.

Já o outro, escreveu: “Meu deus onde vamos para até os médicos que atendem agente tão bem estão sendo dispensado é triste.” (Os comentários e abreviações seguem a transcrição original dos autores ).

O médico e Diretor Clínico do Hospital Municipal de Poranga, Elísio Maranhão, relatou o caso em suas redes sociais, confira sua publicação na íntegra:

A imagem pode conter: texto

Comente com Facebook