PDT fará mais dois encontros regionais e depois vai anunciar o candidato da sigla

2 Min. de Leitura

Interlocutores ligados ao senador Cid Gomes (PDT-CE), adiantam que o parlamentar mantém a mesma linha de pensamento em relação a escolha do candidato da sigla. O nome escolhido deve estar melhor colocado nas pesquisas e ter aceitação do bloco de partidos aliados.

O PDT deve realizar somente mais dois encontros regionais da legenda, um em Sobral e o outro em Itarema, quando deverá ser iniciado o processo de escolha do nome que vai representar o partido na disputa pelo Palácio da Abolição. A ideia central ainda é manter a aliança com o PT.

O clima esquentou entre as duas siglas, PDT e PT, depois que Ciro deu uma declaração fazendo críticas a uma ala do Partido dos Trabalhadores no Ceará e disse que não aceitará conchavos e picaretagem por parte de uma ala do PT no Estado, caso necessário partiria para o confronto. A reação foi imediata, a executiva do partido se reuniu e fez uma carta de desagravo as declarações de Ciro e deixou em aberto a manutenção da aliança entre os dois partidos.

Já o senador Cid Gomes ainda não deu declarações públicas sobre os últimos fatos envolvendo ambos os lados e se mantém comedido para não inflamar ainda mais as relações.

O PDT aguarda os novos acontecimentos no cenário nacional. Na noite desta quarta-feira (11/05), Ciro voltou a escrever uma nova página nessa relação entre PT e PDT. O presidenciável deixou claro que não desiste de sua candidatura e alertou ao PT: ” muda agora o eixo da campanha, façam uma autocrítica e não insistam em falsas soluções, somente assim, ajudariam o Brasil e não se colocariam mais uma vez, como um risco para a democracia”, disse o pedetista ao pedir que o  PT não atentem contra sua candidatura que seria um risco muito maior para o próprio lula-petismo caso ela naufragasse.

Esse é o cenário atual e olha que o jogo ainda nem começou.

 

 

 

 

Compartilhar Notícia