Partido surgido da fusão de PTB e Patriota prevê receber 15 deputados federais

1 Min. de Leitura
O Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles fala à imprensa, após reunião com os integrantes do Centro de Operações Conjuntas.

Novo partido surgido da fusão de PTB e Patriota, o PRD (Partido da Renovação Democrática) espera receber ao menos 15 deputados federais até o final do ano, a maioria vindos de legendas conservadoras.

A principal estrela deve ser Ricardo Salles, mas que ainda depende de autorização do PL para sair. Ele pretende disputar a Prefeitura de São Paulo em 2024.

Apesar disso, a legenda pretende se apresentar como de centro-direita. Para isso, conta com o recall do número 25, que usará e já pertenceu aos extintos PFL e DEM.

“Vai vir uma onda boa de filiações. Vamos começar com algo em torno de 50 a 60 prefeitos”, diz Otavio Fakhoury, que deve ser o presidente do diretório da legenda no estado de São Paulo.

Nos próximos dias, o novo partido vai definir os cargos de comando, que terá paridade entre originários das duas siglas. O presidente será Ovasco Resende, egresso do Patriota./Folha SP

(Foto reprodução)

Compartilhar Notícia