Operação Concórdia é deflagrada em Crateús no combate ao tráfico de drogras e homicídios cometidos na região

2 Min. de Leitura

Na manhã desta quinta-feira (26/10) foi deflagrada uma Operação da Polícia Civil contra o tráfico de drogas, homicídios e por integrar organização criminosa na região dos Sertões de Crateús. Várias delegacias da região estão envolvidas na operação.

Todos os alvos foram capturados no município de Crateús – Área Integrada de Segurança 16 (AIS 16) do Ceará. Durante a ação, 18 tabletes de maconha, 52 papelotes de cocaína, 27 papelotes de crack, balança, uma quantia em dinheiro e cartões de crédito também foram apreendidos.

Dentre os capturados, estão Francisco Wellington Sousa Silva Filho, de 31 anos, conhecido como “Zói”, e Antônio Deivid Fernandes, de 40 anos, apontados como chefes de grupos criminosos responsáveis por crimes na região. Contra eles foram cumpridos mandados de prisão preventiva por integrarem organização criminosa. Os homens também são suspeitos de envolvimento em crimes de tráfico de drogas e homicídios ocorridos nos anos de 2022 e 2023. Ambos foram capturados no município de Crateús.

As investigações ocorreram em conjunto com o Núcleo de Inteligência de Crateús da Delegacia Regional de Crateús e o Departamento de Inteligência Policial (DIP) da PC-CE. As diligências foram autorizadas judicialmente por meio de decisão expedida pela Vara de Organizações Criminosas de Fortaleza. Todas as pessoas capturadas foram conduzidos para a Delegacia Regional de Crateús, onde os mandados foram cumpridos e, após isso, colocadas à disposição da Justiça. As investigações da Polícia Civil seguem em andamento para identificar outros alvos envolvidos em ações criminosas na região.

Integração

A ofensiva contou com o apoio da Delegacia da Regional de Crateús e das delegacias de Guaraciaba do Norte, Canindé, Boa Viagem e Sobral. O trabalho visou cumprir 13 mandados de prisão preventiva e 15 mandados de busca e apreensão. A ação policial contou ainda com o apoio do Departamento de Polícia Judiciária do Interior Norte (DPJI Norte). A operação denominada “Concórdia” faz analogia à deusa grega Concórdia, por simbolizar segurança e estabilidade social.

Compartilhar Notícia