Nova Russas: estudantes universitários cobram da gestão municipal transporte para Sobral e Crateús

2 Min. de Leitura

Mesmo sabendo que o Ensino Superior é de competência do Governo Federal e que os municípios alegam dificuldades financeiras, mas muitos deles gastam muito e aplicam mal seus recursos, não podemos ignorar a campanha dos estudantes de Nova Russas que cobram o apoio da gestão municipal para ceder um transporte nos finais de semana para que os mesmos possam retornar para suas casas e receber o aconchego da família e dos amigos.

A campanha lançada nas redes sociais, intitulada, #Cadêobusãodofds ganha adeptos e simpatizantes que defendem a causa dos estudantes. Não custa nada a Secretaria de Educação do Município e o prefeito municipal recebê-los para uma reunião e resolver definitivamente essa situação.

Nenhum texto alternativo automático disponível.

O estudante Juracyr Araujo publicou um comunicado em sua rede social Facebook, pedindo ajuda para resolver o problema do transporte dos universitários. Eles cobram trasporte diário para Crateús e aos finais de semana para Sobral.  A forma bem humorada com a qual os estudantes abordam o tema nas redes sociais, por si só, já merece uma atenção especial. Eles esperam que a situação seja resolvida, caso contrário a campanha vai ser intensificada.

Nota da campanha #Cadêobusãodofds:  

“Falo aqui em nome de todos os estudantes Novarussenses do ensino superior que residem em Crateús e utilizam do transporte municipal. Desde o ano passado voltar pra Nova Russas nos finais de semana se tornou um pesadelo. Má situação nos ônibus, falta de pagamento, falta de pessoal… E quem sofre mais com tudo isso somos nós, estudantes. A cobrança por uma solução já ocorre há muito tempo, mas temos sido jogados de um lado pro outro numa espiral de burocracia. Os municípios menores vizinhos ao nosso têm transportes públicos muito melhores. Uma das propostas do governo municipal em 2016 foi a melhoria do transporte, mas até agora só vimos pioras. Esperamos uma resposta e exigimos uma reunião com os responsáveis.”

(Reginaldo Silva, Ceará Noticias)

Compartilhar Notícia