Neymar está fora da Copa América de 2024, afirma médico da seleção brasileira

2 Min. de Leitura

O retorno de Neymar aos gramados ainda vai demorar, de acordo com Rodrigo Lasmar, médico da seleção brasileira e responsável pela cirurgia de correção da ruptura do ligamento cruzado anterior e do menisco do joelho esquerdo do atleta do Al-Hilal. A previsão é que o atacante esteja apto a defender o Brasil somente em setembro de 2024.

Em entrevista à rádio 98fm, Lasmar reforçou que uma lesão dessa magnitude exige o tempo de nove meses de recuperação, sendo imprudente queimar etapas para tentar adiantar o processo. Uma ação nesse sentido poderia causar novo estresse na região lesionada e provocar outra contusão.

“É muito cedo (para Neymar voltar a jogar), não adianta queimar etapas para recuperar antes e correr risco desnecessários. A nossa expectativa é que ele esteja preparado para voltar no início da temporada 2024 na Europa, que é agosto”, disse Lasmar.

Com tal previsão, Neymar não poderá atuar nos amistosos de março e junho da seleção brasileira e tampouco estará disponível para a Copa América de 2024, que será disputada nos EUA entre os dias 20 de junho e 14 de julho.

“Precisamos de paciência. Falar de retorno antes de nove meses é precoce, isso é um conceito mundial para uma recuperação de ligamento. É muito importante ter o tempo biológico, o tempo que o organismo demora para incorporar aquele ligamento. A expectativa é que depois desse tempo, ele (Neymar) esteja recuperado em alto nível”, concluiu Lasmar.

Neymar sofreu a lesão no joelho durante a derrota do Brasil para o Uruguai, por 2 a 0, em Montevidéu, pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo dos EUA, Canadá e México de 2026. A contusão aconteceu na noite de 17 de outubro de 2023./AE

(Foto reprodução)

Compartilhar Notícia