/“Não precisamos de russo nem nada”, diz Ceni citando bilionário sobre montar time competitivo

“Não precisamos de russo nem nada”, diz Ceni citando bilionário sobre montar time competitivo

– Não precisamos de R$ 20 milhões. Não precisamos de russo nem nada. Pra mim, pouco importa um russo. Não precisamos de dinheiro absurdo para fazer um time competitivo. Precisamos de um pouco mais de recurso que, infelizmente, não temos. Estamos do teto da nossa folha salarial, no limite. Essa é a nossa realidade. Está faltando pouco para fazer um feito maior do que é possível – comenta Ceni.

O clube cearense convidou o bilionário e proprietário do time grego PAOK para assistir ao jogo contra o Independiente na quinta-feira (27), na Arena Castelão. Fortaleza estaria na mira. O filho de Ivan, Giorgios Savvidis, é admirador do futebol brasileiro e incentivou o pai a procurar no mercado esportivo da América do Sul opções de clubes para investir. O Fortaleza chamou a atenção da família pelas festas da torcida nas arquibancadas durante 2019.

Mesmo tendo demonstrado desejo em comprar o clube, o trâmite para a venda dependeria da aprovação do Conselho Deliberativo do Fortaleza, além de reforma estatutária. O brasileiro Leonardo Cornacini, agente de jogadores e representante do PAOK, explicou o interesse do bilionário e dos filhos dele no Fortaleza. Segundo o agente, foi encomendado um estudo que apontou o Tricolor como o time com mais potencial para se tornar autossustentável no Brasil./ge

Comente com Facebook