/Não existe mais solução pacífica entre Bolsonaro e Bivar

Não existe mais solução pacífica entre Bolsonaro e Bivar

O presidente do  PSL, Luciano Bivar, depois da Operação da Polícia Federal em endereços do parlamentar encarou o fato como uma ação programada. Integrantes da sigla já não apostam em uma solução pacífica para o caso. Aliados de Bivar acreditam que o Planalto não só sabia da ação deflagrada nesta terça (15/10), como também atuou para que a Justiça Eleitoral a autorizasse.

Deputados e integrantes do universo jurídico também se questionavam se Bolsonaro havia sido avisado da operação com antecedência, uma vez que os encontros com o ministro da Justiça e o diretor-geral da PF, Maurício Valeixo, tornaram-se mais frequentes ultimamente.

No Congresso também se amplia a desconfiança em relação ao ministro da Justiça Sérgio Moro. Assim que a operação foi divulgada, deputados de centro-direita especularam sobre a possibilidade de vazamento de informações para o Planalto. A esquerda explorou o tema em plenário. Simpatizantes de Bolsonaro calados estavam, calados ficaram.

Comente com Facebook