Na briga pelo título, Flamengo aposta todas as suas fichas contra Flu

3 Min. de Leitura

Após seis títulos perdidos e quatro vice-campeonatos no ano, o Flamengo viu a chance de virar a chave na sua temporada após deslizes consecutivos do Botafogo, atual líder do Campeonato Brasileiro.

Apenas três pontos atrás do Alvinegro e com um jogo a menos na tabela, o Flamengo aposta todas as suas fichas em clássico contra o Fluminense neste sábado (11/11), às 18h30, em jogo que pode significar a arrancada do Rubro-Negro rumo ao título do Brasileirão.

O clássico será transmitido pelo Premiere.

Sem pretensões sobre o restante da temporada após o título inédito da Libertadores no último sábado (4/11), o Fluminense tem a chance de estragar o fim de temporada empolgante do seu rival carioca caso consiga bater o Flamengo no jogo válido pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Últimos dois campeões da Libertadores da América, Flamengo e Fluminense já se enfrentaram seis vezes neste ano, com duas vitórias para cada lado e dois empates.

Tite x Diniz

Além do encontro entre os recém-campeões do torneio continental, o confronto também marcará o embate entre os dois últimos técnicos da Seleção Brasileira.

Tite e Fernando Diniz já se encontraram anteriormente em duas oportunidades, pelo Campeonato Paulista, com um empate e uma vitória para Adenor no retrospecto.

Artilheiros das suas respectivas equipes na temporada, o Fla x Flu também contará com o encontro dos dois maiores goleadores do ano de 2023 no futebol brasileiro: Cano x Pedro.

Ambos com 55 jogos na temporada, os artilheiros lideram o ranking de gols marcados neste ano, com 37 e 33 gols para cada, respectivamente.

Pela chance de salvar uma temporada vexatória até aqui, o Flamengo irá para o clássico contra o Fluminense com força máxima, apostando as suas últimas fichas em um título brasileiro que até pouco tempo parecia impossível.

Já o Fluminense vai ao Maracanã com a chance de comemorar o título inédito da Libertadores diante da sua torcida e a possibilidade de complicar ainda mais o ano marcado por derrotas do Flamengo, e decretar de vez o primeiro ano de seca de títulos do clube Rubro-Negro desde 2019./ Metrópoles

(Foto reprodução)

Compartilhar Notícia