Ministério da Saúde envia segunda remessa de vacinas contra dengue a sete estados

2 Min. de Leitura
Brasília (DF) 28/02/2023 Brasil começa a aplicar vacina bivalente contra a Covid

O Ministério da Saúde distribuiu a segunda remessa da vacina contra a dengue na última semana a sete estados. A primeira entrega ocorreu há cerca de dez dias e foi direcionada aos dez unidades da federação onde há maior incidência da dengue e predomínio do sorotipo 2.

O mesmo critério de prioridade foi aplicado na distribuição do segundo lote, de acordo com a pasta. Não foram informadas as unidades da federação escolhidas e nem a quantidade de doses fornecidas.

A distribuição dos lotes, que começou em fevereiro, está prevista para ser feita até novembro. Nesse período, a prioridade será a vacinação de crianças e adolescentes de 12 a 14 anos.

O estado de São Paulo anunciou no último dia 12 o recebimento de 79,4 mil doses do imunizante, que foram direcionadas a crianças de 10 e 11 anos nos 11 municípios do Alto Tietê, segundo determinação do governo federal.

Os municípios Áruja, Biritiba-Mirim, Guararema, Guarulhos, Ferraz de Vasconcelos, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Santa Isabel, Suzano, Poá e Salesópolis já iniciaram a campanha de vacinação na última semana.

Crianças que tiveram a doença nos últimos seis meses ou apresentaram doença febril aguda nas últimas 24h não são elegíveis para receber a vacina. Imunodeprimidas que tenham HIV sem tratamento, que passam por quimioterapia e/ou usam medicamentos imunobiológicos também não podem se vacinar.

Meninas de 11 anos que já tiveram a primeira menstruação precisam informar a data do último fluxo.

O Ministério da Saúde comprou 5,2 milhões de doses da vacina contra a dengue e pretende imunizar em 2024 cerca de 3,2 milhões de crianças e adolescentes de 10 a 14 anos./Folha SP

(Foto: reprodução)

Compartilhar Notícia