Michel Temer diz que “desarmonia é inconstitucional”

1 Min. de Leitura
O presidente Michel Temer determinou a intervenção federal no estado de Roraima até o fim do ano.

O ex-presidente da República Michel Temer condenou nesta segunda-feira (20/04) atos contra o Congresso e o Judiciário. “Todos sabemos que a Constituição determina a harmonia entre os poderes. A desarmonia é inconstitucional sob o foco jurídico e desastrosa sob o prisma político”, diz o ex-presidente.

Sem citar a participação do presidente Jair Bolsonaro no protesto, ele afirma que “não há espaço para aventuras” e condena os ataques aos poderes.

O ex-presidente também afirmou que é “preocupante verificar que após 31 anos de vigência de uma Constituição democrática grupos agridam o Legislativo e o Judiciário, suportes da democracia”, enfatiza o ex-presidente.

Os ex-presidente Dilma Rousseff, Lula e Fernando Henrique Cardoso também reagiram aos atos contra o Legislativo e o Judiciário em manifestações publicadas nas redes sociais ainda no domingo.

Compartilhar Notícia