Marília Arraes não aceita conchavo entre PT e PSB e diz que é preciso respeitar o povo de Pernambuco

1 Min. de Leitura
PE - ATO CLASSE TRABALHADORA DA CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES - GERAL - Vereadora Marilia Arraes durante ato da Classe Trabalhadora da Central Única dos Trabalhadores (CUT), em Recife (PE), nesta sexta-feira (04). O ato é a favor do ex-presidente da República, Luis Inácio Lula da Silva, após ser levado para um depoimento coercitivo na 24º fase da Operação Lava Jato. 04/03/2016 - Foto: PABLO KENNEDY /FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/PAGOS

Marília Arraes (PT) vereadora do Recife, reafirmou nesta quinta-feira (02/08), que “será candidata ao governo de Pernambuco” nas eleições e isso não configura um posicionamento “subversivo” nem afronta à hierarquia do partido. A declaração da petista foi dada momentos antes do encontro estadual do PT, em um hotel da zona sul do Recife, que vai definir nesta tarde o posicionamento do diretório nas eleições no Estado.

“Pernambuco vai ter uma governadora do PT sim. Estamos aqui para decidir o futuro de Pernambuco depois de mais de um ano de construção. Nós respeitamos os pensamentos divergentes, mas é preciso respeitar também o desejo das bases do PT e do povo pernambucano”, disse Marília acompanhada de aplausos da militância do partido.

Compartilhar Notícia