Maia sobre aprovação da reforma da Previdência: “governo tem o PSL na base e não tem mais partido nenhum”

1 Min. de Leitura

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, afirmou nesta terça-feira (26/02) em evento promovido pelo BTG Pactual, em São Paulo, que ainda não dá para saber quantos votos o governo tem na Câmara para aprovar a reforma da Previdência (PEC 6/19), mas ressaltou que o único partido da base, por enquanto, é o PSL, do presidente Jair Bolsonaro.

De acordo com Rodrigo Maia, o governo precisa definir que tipo de aliança vai ser construída com os parlamentares.

“O governo tem um líder que está construindo a maioria para o governo. Nós que conhecemos a importância da reforma vamos ajudar; mas a amplitude dessa base tem que ser feita pelo Bolsonaro e pelo Onyx (Lorenzoni). Hoje, eu digo que o governo tem o PSL na base e não tem mais partido nenhum”, afirmou Rodrigo Maia.

Para o presidente da Câmara, é preciso abandonar a discussão da campanha presidencial sobre o que é a velha política e a nova política. “Existe a política e o parlamento é ambiente mais importante do diálogo”, enfatizou.

Compartilhar Notícia