/Junior Mano e Roberto Pessoa defendem o agronegócio como fonte geração de emprego e renda

Junior Mano e Roberto Pessoa defendem o agronegócio como fonte geração de emprego e renda

Os deputados federais Junior Mano (PL) e Roberto Pessoa (PSDB) estiveram reunidos com a imprensa no final da manhã desta segunda-feira (10/06), no auditório do restaurante Rasco, na capital cearense, para prestar contas da viagem internacional ao continente asiático que fizeram acompanhados de outros parlamentares e da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, bem como para falar da Frente Parlamentar em Defesa dos Órgãos de Desenvolvimento da Região Nordeste: (DNOCS, SUDENE, BNB, CHESF e CODESVASF).

O deputado federal Junior Mano disse que a viagem foi muito proveitosa do ponto de vista do aprendizado. Ressaltou que os empreendedores estão interessados em investir no Brasil, contudo, precisam de garantias. Junior relatou que eles citaram alguns pontos fundamentais para o investimento no País: a reforma da Previdência, segurança jurídica e meios de transporte capazes de assegurar o fluxo dos produtos.

Em relação a região dos Sertões de Crateús, Junior Mano salientou que vai buscar apoio da Frente Parlamentar do Agronegócio que hoje conta com mais de 200 deputados federais  para acelerar o andamento do Lago de Fronteiras que seria a redenção para o Agronegócio da região.

 

O deputado federal Roberto Pessoa destacou a importância da viagem para o Agronegócio do País. De acordo com o parlamentar, foram 119 empresários ligados a setores da soja, do café, da celulose, do milho e vários outros segmentos que foram em busca da ampliação de mercados. “Na viagem já ficou definido que 78 novos frigoríficos irão exportar carne para China. O Brasil tem um grande potencial e o Ceará também, tanto que já estamos trabalhando para implantar um projeto experimental de soja na região do Cariri e de celulose na região da Ibiapaba,” enfatiza o deputado.

Roberto Pessoa também está firme na formação da Frente Parlamentar em Defesa dos Órgãos de Desenvolvimento da Região Nordeste.

Comente com Facebook