/Júnior Mano defende adiamento das eleições e recursos do fundo partidário para o combate ao coronavírus

Júnior Mano defende adiamento das eleições e recursos do fundo partidário para o combate ao coronavírus

O deputado federal Júnior Mano (PL-CE) defendeu nesta segunda-feira (23/03) em suas redes sociais o adiamento das eleições municipais para 2022, bem como a doação do fundo eleitoral de R$ 2 bilhões para ajudar no combate ao novo coronavírus.

De acordo com a proposta do parlamentar, os recursos que seriam investido na realização da eleição destinados a Justiça eleitoral, em torno de R$ 8 bilhões, a metade desses recursos também deveriam ser investidos na área da saúde para combater essa pandemia.

“Sou favorável ao adiamento das eleições para 2022 e doar os 2 bilhões do fundo eleitoral, mais 2 bilhões do custo das eleições e sugerir na redução em 50% o valor dos recursos destinados à Justiça Eleitoral, que é em torno de 8 bilhões, diminua para 4 bilhões. No caso teríamos recursos no total de 8 bilhões de reais para doarmos para a saúde do nosso país e incentivos para micro, pequenas e médias empresas, além do MEI, para evitarmos o fechamento de empresas e assim, não aumentar o desemprego. Precisamos nos unirmos em combate a essa pandemia,” escreveu o deputado em suas redes sociais.

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

Comente com Facebook