Jovem que morreu ao cair de moto aquática é enterrado em Tamboril, no interior do Ceará

4 Min. de Leitura

O jovem Allef Melo Bonfim foi enterrado, nesta sexta-feira (8/12), em Tamboril, cidade natal dele no interior do Ceará. Ele morreu afogado após cair de uma moto aquática na última quarta-feira (6/12). O jovem caiu do veículo durante uma manobra . O condutor da moto aquática sobreviveu.

Allef morava em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza, mas era de Tamboril, para onde o corpo foi levado. Ele estava consumindo bebida alcoólica em uma barraca que fica às margens da lagoa, localizada em Maracanaú, município também da Grande Fortaleza.

Conforme a irmã do jovem, Ana Shyrlani, ele conheceu o condutor da moto aquática no local e pediu para fazer um passeio no veículo. Ambos estavam sem colete salva-vidas, obrigatório para a prática da atividade, conforme a Diretoria-Geral de Navegação da Marinha.

Local sem fiscalização

A Lagoa de Jaçanaú não tinha fiscalização, segundo testemunhas. A prefeitura de Maracanaú, região onde está localizada, afirma que não recebeu nenhuma denúncia de atividade ilegal na lagoa, embora aponte que a responsabilidade seja da Secretaria Estadual de Recursos Hídricos (SRH).

A SRH argumentou que a Lagoa do Jaçanaú, localizada no município de Maracanaú, não é de responsabilidade estadual e não faz parte da competência de gestão do Governo do Ceará.

Uma testemunha relatou ao g1 que momentos antes Allef estava consumindo bebida alcoólica em uma barraca que fica às margens da lagoa. A mesma pessoa relatou que não viu no local fiscalização sobre as motos aquáticas que trafegam no lago.

“Aqui não tem moto aquática para alugar. São as próprias pessoas que trazem e usam aí na lagoa. Ninguém fiscaliza essa questão se o condutor tem habilitação”, falou a testemunha.

Conforme as regras da Marinha, é preciso uma habilitação amadora de motonauta para conduzir moto aquática. O documento, emitido pela Capitania dos Portos, tem validade de 10 anos.

A Prefeitura de Maracanaú reforço que cabe à Capitania dos Portos o procedimento de habilitação náutica aos condutores de veículos aquáticos, que podem conduzir embarcações a motor em áreas abrigadas delimitadas pela Marinha. A gestão não informou, contudo, se a Lagoa do Jaçanaú possui essa delimitação.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), as circunstâncias da morte de Allef estão sendo investigadas 20º Distrito Policial (DP).

A pasta foi questionada pelo sobre a situação do piloto da moto aquática, mas não respondeu se ele foi identificado ou chegou a ser detido.

O acidente de Allef foi filmado por uma pessoa que estava no local. No vídeo, é possível ver que ele estava acompanhado de um homem que pilotava a moto aquática. Durante o passeio, o piloto fez várias manobras e em uma delas os dois homens foram arremessados na água.

O condutor nadou até a margem e conseguiu se salvar. Já o corpo do passageiro foi resgatado pelos bombeiros horas depois, a cerca de 2 metros de profundidade.

As informações sobre a morte de Allef Melo Bonfim, de 29 anos, foram confirmadas pela irmã dele, Ana Shyrlani.

Shyrlani informou que o condutor ainda tentou ajudar o irmão dela, mas ficou com medo de se afogar também e, por isso, acabou voltando para a margem. Ela também confirmou que Allef havia bebido, mas não soube informar sobre o condutor da moto aquática.

O jovem era natural de Tamboril, no interior do Ceará, mas morava em Caucaia, cidade também na Região Metropolitana de Fortaleza. Ele trabalhava em uma operadora de telefonia, mas estava de folga e foi ao local com amigos, após uma festa nesta quarta-feira./g1

 (Foto: Reprodução)

Compartilhar Notícia