Jovem mostra efeitos de um mês sem o consumo de açúcar e álcool

2 Min. de Leitura

O holandês Sacha Harland aceitou o desafio de passar um mês sem ingerir açúcar e álcool para saber o que acontece com seu corpo. A experiência foi acompanhada por uma equipe de TV e registrada em vídeo, que já tem mais de três milhões de visualizações.

Antes do desafio, o jovem fez uma bateria de exames com médicos e avaliações com nutricionistas para comparar os resultados após a experiência de um mês. O jovem mudou radicalmente sua rotina, cortou o consumo de bebidas alcoólicas e trocou os alimentos industrializados por frutas, verduras e legumes.

Sacha contou que a primeira semana foi a mais difícil, pois sentia muita vontade de consumir refrigerantes e doces. De acordo com o relato do jovem, durante os primeiros dias o seu corpo parecia estar sem energia e debilitado.

No vídeo, Marlou Bosma, uma especialista em nutrição, explica ao jovem que os alimentos doces fazem o corpo pedir por ainda mais açúcar, que pode iniciar um ciclo vicioso. Já quando o assunto é álcool, o consumo de bebidas alcoólicas faz com que a pessoa apresente desidratação e se senta cansada.

Segundo os médicos, o colesterol alto é um dos fatores que aumentam o risco de ataque cardíaco e acidente vascular cerebral (AVC), a pressão arterial alta pode causar problemas cardíacos e o excesso de açúcar pode causar vários problemas metabólicos graves, distúrbios glandulares e doenças relacionadas à obesidade.

O desafio da “abstinência” de açúcar e álcool por um mês rendeu efeitos positivos no corpo do jovem holandês.  De acordo com os exames feitos após a experiência, Sacha perdeu quatro quilos, a pressão arterial baixou e o colesterol diminuiu.

Mesmo com os bons resultados da experiência no corpo, o jovem disse que não pretende mais ficar sem os prazeres do consumo de uma barra de chocolate e um chopp. Porém, afirma que manterá um equilíbrio para ter um corpo saudável.

(O POVO Online)

Compartilhar Notícia