Jojo Todynho afirma ter sofrido racismo em Fortaleza

2 Min. de Leitura

A cantora Jojo Todynho relatou em suas redes sociais ter sofrido um episódio de racismo em Fortaleza enquanto fazia compras na feira da Beira-Mar no sábado (17/12). Ela está visitando a cidade e disse ter ido comprar uma mala para colocar alguns presentes que ganhou durante o passeio.

“Veio uma senhora e falou para mim: ‘Você pode ir na loja que vou te dar um presente e você me marca no instagram?’. Eu falei para ela ‘Não, obrigada, quero não’. Ela falou assim: ‘Esses pretos são todos arrogantes'”, explicou Jojo.

Jojo ainda disse que foi falar com a vendedora e que a administradora do local pediu desculpas. Também nas redes sociais, a cantora disse que registrou um Boletim de Ocorrência (B.O). Entramos em contato com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS) e com a Prefeitura de Fortaleza, que administra a feira, e aguarda resposta.

“Quem quer respeito, se dá ao respeito. Eu só discuti, mas em uma dessas, se meto a mão na cara… Porque com racista tem que ser assim. Eu disse que vim passear, não sou obrigada a aceitar produto”, acrescentou.

A acusada por Jojo de racismo afirmou, por meio das redes sociais, que registrou um B.O por calúnia contra a cantora.

“Falei para ela que não a chamei de preta jamais. Até conversei com ela, mas ela está sempre muito exaltada, não consegue conversar de jeito nenhum”./g1

 Foto: Redes sociais

Compartilhar Notícia