Jericoacoara proíbe passeio turístico com animais

1 Min. de Leitura

A partir desta sexta-feira (5/1), está proibida a utilização de animais, especialmente os equinos, em passeios turísticos em charretes ou montarias na Vila de Jericoacoara. A decisão foi publicada por meio do decreto municipal Nº 2024.01.05.01 assinado pelo prefeito Lindbergh Martins, com efeitos a partir do dia 12 de janeiro de 2024.

O passeio turístico utilizando equinos era uma tradição em Jericoacoara bastante criticada por defensores dos direitos dos animais. No decreto, a Prefeitura alega inúmeros relatos sobre práticas de maus-tratos aos animais, como a falta de descanso, ausência de água, trabalho sob o sol e alimentação aquém das necessárias, além de castigos físicos.

“A Vila de Jericoacoara não pode mais permitir que animais sejam mau tratados desta forma. Essa é uma atividade que a partir de hoje estará extinta do nosso paraíso, em respeito ao direito dos bichos que precisa ser reconhecido por todos”, disse o prefeito.

De acordo com o decreto, a Autarquia de Desenvolvimento do Turismo, Mobilidade e Qualidade de Vida de Jericoacoara – ADEJERI deverá providenciar o diagnóstico e cadastro dos operadores afetados pela proibição para a verificação da possibilidade de inserção em outras atividades econômicas.

Compartilhar Notícia