/Governo confirma Vilalva no comando da Apex e formaliza demissão de Carreiro

Governo confirma Vilalva no comando da Apex e formaliza demissão de Carreiro

O presidente Jair Bolsonaro formalizou na noite de quinta-feira, 10/01, no Diário Oficial da União (DOU) em edição extra a indicação do embaixador Mário Vilalva como novo presidente da agência Brasileira de promoção de exportações e investimentos (Apex Brasil), vinculada ao Ministério das Relações Exteriores. Vilalva terá mandato de quatro anos e substitui Alecxandro Carreiro, que ficou apenas uma semana no cargo e foi demitido na quarta-feira, 09/01, pelo ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo.

Em nota, Vilalva foi confirmado ontem pelo Palácio do Planalto, após embaraço entre o presidente relâmpago da Apex e o chanceler. Apesar de demitido pelo ministro, Alecxandro Carreiro se recusava a sair do posto e trabalhou normalmente na quinta-feira, dia seguinte à demissão, alegando que só uma decisão do presidente da República poderia definir sua exoneração.

A escolha de Vilalva para o cargo foi anunciada na quarta-feira por Araújo pelo Twitter. Na rede social, o ministro disse que Carreiro pediu “o encerramento de suas funções como presidente da Apex”. Segundo fontes , Araújo sugeriu que Carreiro pedisse demissão após este se desentender com outra funcionária da Apex. Carreiro, no entanto, se negava a deixar a cadeira.

A destituição de Carreiro é a primeira baixa num posto de comando do Executivo federal em dez dias do novo governo.

O presidente também utilizou o Twitter para divulgar que havia recebido Vilalva e Araújo no palácio do planalto. Antes mesmo do anúncio oficial, a foto da reunião dos três já circulava pelas redes sociais. A imagem foi publicada por Bolsonaro juntamente com a mensagem: “Recebi hoje o embaixador Mário Vilalva, indicado pelo Chanceler Ernesto Araújo para o cargo de Presidente da Agência de Promoção de Exportações e Investimentos (APEX). Boa noite a todos!”. /AE

Comente com Facebook