Goleira brasileira indicada a melhor do mundo no futsal morre aos 26

1 Min. de Leitura

A goleira brasileira Jhennifer Oliveira Camargo, de 26 anos, faleceu na Espanha. Jhennifer, que defendia o Rodilles, passava por um tratamento de um tumor no cérebro. A jogadora foi indicada em 2018 para o prêmio de melhor goleira do futsal e terminou na 4ª colocação.

Nascida na cidade de Ponta Grossa, no Paraná, Jhenni cresceu em Carambeí, onde iniciou a carreira. Em 2016 passou a joga no sub-17 do São José Futsal. Anos depois, chegou ao profisisonal e garantiu o título de Campeã Sul-Americana, conquistado no Chile, com a Seleção Brasileira sub-20.

Jhennifer foi contratada pelo Rodilles, da Espanha, em 2020. A equipe da região da Galícia disputa a 2ª divisão. Ela jogou até fevereiro deste ano, quando descobriu um câncer. O clube prestou uma série de homenagens para a brasileira, que passou a trabalhar com as categorias de base do time.

Por conta da morte da brasileira, a equipe suspendeu todas as partidas que teria nesta semana. Jhennifer foi velada e sepultada na Espanha./Metrópoles

(Foto reprodução)

Compartilhar Notícia