Filipe Luís recusa convite da CBF para ser coordenador da seleção brasileira

2 Min. de Leitura

Preferido de Ednaldo Rodrigues para ser o novo coordenador técnico da seleção brasileira, o ex-lateral Filipe Luís não deverá assumir o cargo. Apesar de se dizer “extremamente honrado”, ele recusou o o convite feito pela CBF, segundo informação do GE. A CBF não se manifestou.

O jogador encerrou a carreira no ano passado e sempre deixou claro seu intuito em se tornar treinador. Ele inclusive está realizando todos os cursos da CBF Academy para tirar as licenças necessárias para comandar equipes profissionais – no ano passado, Filipe Luís concluiu a Licença B, tornando-se apto a treinar equipes de base.

Ednaldo gostaria de contar com o ex-jogador porque ele reúne duas características que o presidente da CBF está buscando para o cargo de coordenador da seleção. Uma delas é ser um “boleiro”, com vivência de vestiário e de seleção. A outra é o bom entrosamento com o escolhido para ser o treinador da equipe principal, Dorival Júnior.

A recusa de Filipe Luís pode atrapalhar os planos de Ednaldo de apresentar a nova comissão técnica da seleção no meio da semana. A CBF ainda não confirmou nenhuma data, mas a ideia inicial era apresentar Dorival Júnior e o coordenador de seleções na quarta-feira.

A CBF ainda não oficializou o nome do ex-treinador do São Paulo, mas Dorival Júnior já se desligou do clube paulista. No domingo, o clube do Morumbi publicou em suas redes sociais que o técnico estava deixando o clube para assumir a seleção brasileira./AE

(Foto reprodução)

Compartilhar Notícia