/Falas polêmicas do presidente, refletem no movimento sobre cortes na Educação

Falas polêmicas do presidente, refletem no movimento sobre cortes na Educação

Nesta terça-feira (13/08) estão marcados novos protestos contra cortes na educação em todo País. Professores e alunos, estão deliberando sobre o assunto em assembleias nos diretórios acadêmicos, a mobilização também está sendo  reforçada por artistas. Os organizadores acreditam no crescimento do movimento em virtude das últimas declarações polêmicas do presidente, Jair Bolsonaro (PSL). Em uma delas, Bolsonaro voltou a defender Carlos Alberto Brilhante Ustra. No Rio, cartazes vão opor a imagem do torturador à de Marielle Franco.

Os organizadores dos atos selecionaram imagens não só da vereadora assassinada no Rio, mas também de outros nomes, como Zumbi dos Palmares e Chico Mendes. Bolsonaro chamou Ustra de “herói nacional”. Ao lado da imagem do coronel haverá a inscrição “Torturador. Não, nunca.”

Comente com Facebook