/Exposição no Fórum Clóvis Beviláqua alerta para as formas de violência contra a mulher

Exposição no Fórum Clóvis Beviláqua alerta para as formas de violência contra a mulher

No mês em que se celebram os 13 anos de existência da Lei Maria da Penha, o Fórum Clóvis Beviláqua, em Fortaleza, lançou campanha para conscientizar frequentadores do local sobre os diversos tipos de violência contra a mulher. A abertura da exposição ocorreu nesta terça-feira (06/08) e contou com a presença da diretora do Fórum, juíza Ana Cristina Esmeraldo, e da juíza auxiliar do Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher da Capital, Teresa Germana Lopes, além de outros magistrados e servidores.

A ideia da campanha é mostrar um caminho com barreiras, compostas por homens em tamanho real e por frases ameaçadoras que muitas mulheres escutam no cotidiano e que podem ser sinal de um relacionamento abusivo. Ao fazer o caminho inverso, os mesmos totens passam a veicular mensagens positivas, tais como: “nenhuma forma de violência é aceitável”. No chão, há ainda frases de ânimo às vítimas e informações de como denunciar, por meio do Ligue 180.

Segundo a juíza Teresa Germana, a iniciativa do Juizado da Mulher em parceria com o Fórum da Capital visa alertar a população e também promover reflexão sobre os vários tipos de violência, tanto a física quanto a patrimonial e psicológica. “É importante cada vez mais esse trabalho preventivo e tentar romper com o ciclo de violência, que muitas vezes começa com situações de humilhação e agressão psicológica, e pode culminar com um feminicídio,” pontuou a magistrada.

Comente com Facebook