/Exames constatam que advogado que agrediu empresária no Rio não tem distúrbios psiquiátricos

Exames constatam que advogado que agrediu empresária no Rio não tem distúrbios psiquiátricos

O advogado Vinicius Batista da Serra, de 27 anos, que espancou a paisagista Elaine Peres Caparroz, de 55 anos, teve alta no início da tarde desta quarta-feira (27/02), do Hospital Penal Psiquiátrico Roberto Medeiros, onde estava internado. Segundo a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), não foram constatados distúrbios psicológicos e, por isso, ele será transferido para uma unidade prisional comum.

“O interno ficou acautelado na unidade prisional em observação médica, onde, após última avaliação psiquiátrica, foi constatada estabilidade no quadro médico. Além disso, após resultados dos exames feitos durante a internação, não houve alteração do quadro clínico psicopatológico”, informou a Seap, em nota.

O Ministério Público do Estado do Rio divulgou nesta quarta-feira que Serra não só teve a intenção de matá-la como, de fato, acreditava que ela estava morta quando deixou seu apartamento. Por isso, o MPRJ pediu a condenação do agressor por homicídio qualificado, com penas de prisão que vão de 12 a 30 anos.

Elaine foi casada com Ryan Gracie, lutador de jiu-jitsu morto em 2007. Ela é mãe de Rayron Gracie, que também é lutador. Nos perfis de Vinícius nas redes sociais, ele é identificado algumas vezes como lutador de jiu-jitsu. Circula a história de que Vinícius teria sido expulso de uma academia da família Gracie e teria agido por vingança. Ele é conhecido no meio pelo temperamento violento e tem um registro policial de agressão ao próprio irmão.

A paisagista lembrou que o Brasil aparece em quinto lugar  no ranking mundial feminicídios  segundo dados de 2015. “Vamos juntas fazer o possível para combater a violência contra a mulher”, escreveu ela. “‘Nem uma a menos’ deve ser a bandeira de toda a sociedade que precisa agir diante dessas ocorrências”./AE

Comente com Facebook