Com novas 15 viaturas, Corpo de Bombeiros Militar do Ceará vai intensificar fiscalização e prevenção a incêndios

3 Min. de Leitura

O Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CBMCE) recebeu novas 15 viaturas para o Comando de Engenharia de Prevenção de Incêndios (Cepi). O governador Elmano de Freitas entregou os veículos durante solenidade realizada no Palácio da Abolição, em Fortaleza, na manhã desta segunda-feira (15/1). Estiveram presentes o secretário da Segurança Pública e Defesa Social, Samuel Elânio, e o comandante-geral do CBMCE, coronel Cláudio Barreto, entre outras autoridades.

O Cepi é responsável pelo estudo, planejamento e fiscalização das exigências que disciplinam a segurança e a proteção contra incêndios nas edificações e áreas de risco no Ceará, realizando operações e fiscalizações para que sejam seguidas as normas e regulamentos para segurança das pessoas de um modo geral.

Segundo o governador, os novos veículos vão permitir ações de fiscalização e prevenção mais eficazes na Capital e Região Metropolitana. “Hoje, estamos com quinze viaturas, aumentando em 50% a capacidade de veículos do Corpo de Bombeiros para essa ação. Isso permite mais fiscalizações. No ano passado, passamos de 35 mil fiscalizações na Região Metropolitana. Queremos aumentar essa fiscalização para que a sociedade fique segura nos locais onde frequenta”, disse Elmano de Freitas. O investimento foi de R$ 1.123.650,00 por 30 meses, com recursos do Tesouro Estadual para o contrato de locação.

O titular da SSPDS, Samuel Elânio, também ressaltou que a aquisição é fundamental para o trabalho de prevenção do Cepi. “Essa contratação vai facilitar cada vez mais a atuação do Comando de Engenharia de Prevenção de Incêndio, no que diz respeito às fiscalizações e com isso consegue-se evitar tragédias, incêndios e cada vez mais cumprir a missão do Corpo de Bombeiros, que é o de salvar vidas. Então, essa aquisição vai ser bastante importante para que consigamos avançar no trabalho preventivo do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará”.

Comandante-geral do CBMCE, coronel Cláudio Barreto destacou que o investimento também representa valorização dos profissionais que atuam para garantir proteção aos cearenses. “É uma importância muito grande em relação aos bombeiros militares, que irão trabalhar melhor. Isso fortalece cada vez mais ações na ponta, nas fiscalizações”, acrescentou.

Há 26 anos na Corporação, o tenente-coronel Joel Nobre atualmente é coordenador do Cepi. Ele explica a importância do trabalho. “A Lei [Estadual] 13.556, que trata da segurança contra incêndios e pânico nas edificações, obriga que toda e qualquer edificação precisa da certificação do Corpo de Bombeiros para o seu funcionamento no Ceará, principalmente para conseguir o alvará junto às prefeituras municipais. O incremento na frota vai aumentar a prevenção nas edificações no estado”.

Compartilhar Notícia