/Ciro diz que PDT se posicionará contra a reforma da Previdência

Ciro diz que PDT se posicionará contra a reforma da Previdência

Em Audiência Pública sobre reforma da Previdência, nesta sexta-feira (15/03) na Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, o ex-ministro e candidato a presidência da República em 2018, Ciro Gomes (PDT), foi enfático: ” que não paire nenhuma dúvida, o PDT vai se posicionar contra a reforma da Previdência,” afirmou o ex ministro.

Ciro chamou de “remendo” a nova reforma da Previdência. Segundo ele, a reforma não resolve o problema e está cheia de pegadinhas que precisam ser aclaradas para população. Ciro ressaltou também que o regime de repartição não quebrou agora, ele vem quebrando ao longo do tempo e, a classe política foi fazendo puxadinho para evitar o colapso total.

O ex-ministro, disse ainda que é preciso ir para dentro do debate e que não vai torcer contra o governo para depois tentar ganhar a eleição. Para ele, esse modelo do quanto pior melhor está acabando com o Brasil. Ciro destacou que Bolsonaro foi eleito por 57 milhões de brasileiros, todos irmão e compatriotas, o que seria um grande erro se achar melhor que eles. De acordo com o ex-ministro, essa esmagadora maioria foi manipulada pela onda anti-petista, pela necessidade urgente de um País mais seguro, pelo conservadorismo dos costumes da família e, todos eles precisam ser trazidos de volta para a racionalidade através do debate.

“Por essa razão, o PDT, se posiciona contra a reforma da Previdência, porque ela não resolve os problemas, ela preserva os privilégios, ela não corrige as distorções, portanto, não há dubiedade, nenhum deputado do PDT vacilou e o partido ficará contra, porque os parâmetros estabelecidos na proposta estão equivocados,” destaca Ciro. Ele também defende um sistema de capitalização com contribuição patronal e que o montante dos recursos sejam administrados por fundos de pensão com parâmetros de investimentos para que não haja riscos.

Na audiência Pública, o senador Cid Gomes (PDT) abriu os debates, Ciro foi o segundo a falar e o deputado federal Mauro Filho (PDT) fechou o painel e respondeu aos questionamentos.

(Reginaldo Silva, Ceará Noticias)

 

 

 

 

Comente com Facebook