Ceará tem queda de óbitos e na transmissão do coronavírus, flexibilização econômica avança com novo decreto

2 Min. de Leitura

O governador Camilo Santana (PT) anunciou, na noite deste sábado (24/04) ao lado do secretário de Saúde do Estado, Dr. Cabeto, a ampliação da flexibilização econômica, com autorização para aulas presenciais nas escolas até o 9º ano do ensino fundamental, além da abertura de academias e barracas de praia, com capacidade limitada.

Dentre as mudanças adotadas pelo Comitê de Saúde, a educação poderá avançar no ensino presencial até o 9o ano do fundamental atendendo a capacidade de 40%  e permanecendo a opção dos pais pelo ensino remoto. As barracas de praia neste novo decreto poderão voltar a funcionar, com os mesmos critérios dos restaurantes com capacidade de 40%, mesmo percentual de todo o comércio de rua (10h às 16h) e shoppings (12h às 18h). As academias de ginástica também poderão reabrir, com capacidade de 25%  em horário diferenciado de 6h às 18h. Templos religiosos também poderão ter até 25% da capacidade de público presente nas celebrações. Essas regras valem de segunda a sexta-feira, com isolamento social rígido a partir das 20h até as 5h e durante o fim de semana, como já vem ocorrendo.

A medida começa a valer nesta segunda-feira (26/04) e se estende até o dia 2 de maio.

O governador destacou ainda que as medidas restritivas tem surtido efeito positivo, conforme mostram os estudos, contudo, segundo o governador, o momento ainda exige muita cautela, todos agindo de forma responsável, evitando que haja aumento dos indicadores. Camilo também alerta os municípios que apresentam cenário epidemiológico mais adverso no momento, a recomendação é para que mantenham às medidas mais restritivas, de acordo com a realidade local.

O Secretário de Saúde Dr. Cabeto, mostrou através de gráficos que há uma redução na transmissão do coronavírus, bem como uma redução da letalidade, mas, não é hora para relaxamento, para ele, a pandemia ainda preocupa muito e é preciso que todos continuem tomando o máximo de cuidado, evitando aglomerações e sempre fazendo o uso de máscaras.

Compartilhar Notícia