Carlos Bolsonaro é alvo da PF que investiga programa de espionagem da Abin

2 Min. de Leitura

O vereador do Rio de Janeiro Rio Carlos Bolsonaro é alvo de uma operação deflagrada pela Polícia Federal na manhã desta segunda-feira (29/1) para apurar indícios de um esquema de espionagem ilegal na Agência Brasileira de Inteligência (Abin) durante o governo de Jair Bolsonaro.

A informação é do jornal O GLOBO. O filho do ex-presidente é suspeito de ter sido um dos destinatários das informações levantadas de forma clandestina. O jornal já tinha abordado o tema em março do ano passado.

Além de Carlos Bolsonaro, um policial federal que integrava os quadros da Abin na gestão passada é alvo da operação deflagrada nesta segunda-feira no Rio de Janeiro, na Bahia e no Distrito Federal. A PF cumpre mandados de busca e apreensão na residência e no gabinete do filho do ex-presidente.

Na quinta-feira passada, a Polícia Federal realizou uma operação para apurar suspeitas de espionagem ilegal na Abin. O alvo foi o deputado federal Alexandre Ramagem (PL-RJ), delegado da Polícia Federal e homem de confiança do clã Bolsonaro que dirigiu a Agência Brasileira de Inteligência durante boa parte do governo Bolsonaro.

Ramagem foi escolhido para assumir a Abin após ter coordenado a segurança de Jair Bolsonaro durante as eleições presidenciais em 2018. O delegado federal se aproximou de Carlos Bolsonaro, que o apoiou durante a campanha para deputado federal em 2022.

Compartilhar Notícia