Câmara Municipal de Tianguá cassa mandato do prefeito Luiz Menezes

2 Min. de Leitura

Com um placar de 10 votos favoráveis, 4 votos contrários e uma abstenção, a Câmara Municipal de Tianguá aprovou durante a sessão extraordinária desta quinta-feira (4/1), a cassação do prefeito Luiz Menezes de Lima (PSD). O gestor do município é acusado de ter se ausentado das funções sem comunicar ao Poder Legislativo dentro do prazo regimental estabelecido pela lei.

Luiz Menezes não poderia ter se ausentado das funções por um período superior a 15 dias sem que houvesse autorização da Câmara Municipal de Tianguá, ou ainda poderia ter passado o comando da prefeitura ao seu vice-prefeito. Menezes, já estava distante da cadeira desde o fim de outubro, por força de uma determinação judicial, naquele período, o Tribunal de Justiça do Ceará (TJ-CE) entendeu que o gestor deveria ser afastado. No seu lugar havia assumido o vice-prefeito, Alex Nunes (sem partido), que segue no cargo até o fim do mandato.

CONFIRA A VOTAÇÃO DOS VEREADORES:

VOTARAM PELA CASSAÇÃO

  • Kim Turismo (PSD);
  • Fernando Menezes (PSB);
  • Pi da Mega Som (PL);
  • Elves Lima (PSD);
  • Marcondes Fernandes (PL);
  • Cléber do Adautim (PSD);
  • Robério do Maracujá (Avante);
  • Natanael Passos (PTB);
  • Juliano Importados (PP);
  • José Leoncio (PSB).

FORAM CONTRA

  • Zé Bia (PSDB);
  • José Claudohleder (PSD);
  • Jocélio Luiz (PSDB);
  • Magnólia Aragão (PSD).

UMA ABSTENÇÃO

  • Nadir Nunes (PL).

.

Compartilhar Notícia