/Bolsonaro: promete endurecer a lei contra criminosos

Bolsonaro: promete endurecer a lei contra criminosos

O presidente Jair Bolsonaro usou suas primeiras palavras ao Congresso na tarde desta segunda-feira (04/02) na abertura dos trabalhos das duas Casas Legislativas para uma forte crítica aos governos anteriores, sem citar nomes ou partidos, que, segundo ele, teriam levado o País à maior recessão da história e ao aumento da criminalidade. Ele ainda declarou guerra ao crime organizado.

“Guerra moral, guerra jurídica, guerra de combate. Não temos pena e nem medo de criminoso. A eles sejam dadas as garantias da lei e que tais leis sejam mais duras. Nosso governo já está trabalhando nessa direção”, disse em carta lida no início dos trabalhos do ano legislativo pela 1ª secretária da Câmara, deputada Soraya Santos (MDB).

O presidente também atribuiu o aumento da criminalidade a leis “demasiadamente permissivas” e do enfraquecimento das forças de segurança.  “O governo de então foi tímido na proteção da vítima e efusivo na vitimização social do criminoso. A mentalidade era: quem deve ir para o banco dos réus é a sociedade.”

Comente com Facebook