/Bolsonaro e PSL: separação litigiosa

Bolsonaro e PSL: separação litigiosa

Já existe uma banca de advogados trabalhando na separação entre Bolsonaro e o PSL para não deixar ao relento os parlamentares que desejem acompanhar o presidente Jair Bolsonaro quando anunciar em definitivo a revoada do PSL.

O líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (PSL), diz que os colegas correm risco. “Não tem janela partidária, novas eleições vão vir. Vão disputar sem dinheiro? Vão deixar o partido que tem o maior fundo eleitoral? Bolsonaro pode não precisar, mas e eles? Esse negócio de ideologia não vai durar quatro anos.”

Por outro lado o deputado Júnior Bozella (PSL) que o clã dos Bolsonaro precisam reavaliar a ascensão da direita. “Todos nós fomos importantes nesse processo.”

Comente com Facebook