/Bolsonaro admite que poderá presidir o “Aliança pelo Brasil”

Bolsonaro admite que poderá presidir o “Aliança pelo Brasil”

O presidente Jair Bolsonaro ao ser questionado nesta segunda-feira (18/11) sobre a possibilidade de presidir o “Aliança pelo Brasil”, afirmou: “Acho que sim.” O novo partido terá seu processo de formação iniciado numa convenção marcada para esta quinta-feira (21/11), em Brasília.

Desde a semana passada, quando o anúncio da nova sigla foi feito, parlamentares já diziam que Bolsonaro poderia assumir a presidência da sigla. “O partido é do presidente Bolsonaro e das pessoas que são fiéis ao que ele sempre defendeu”, resumiu a deputada Carla Zambelli (PSL-SP), na semana passada.

A expectativa é de que, dos 53 deputados do PSL, partido pelo qual Bolsonaro se elegeu, 27 o acompanhem na nova legenda.

O grupo bolsonaristas deverá permanecer no PSL até que o novo partido esteja aprovado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Caso os parlamentares deixem agora a sigla, há o risco de perda do mandato.

Comente com Facebook