/Aumenta pressão para afastamento de Aécio do PSDB

Aumenta pressão para afastamento de Aécio do PSDB

No momento em que o PSDB paulista amplia a pressão pela expulsão do deputado federal Aécio Neves da sigla, o governador  João Dória defendeu nesta quarta-feira (14/08), que o ex-presidenciável se licencie do partido para se defender no conselho de ética.

“Essa é uma decisão do diretório nacional, mas entendo que, por bom senso, seria um gesto positivo e grandioso do deputado Aécio Neves pedir a sua licença do PSDB para que possa se defender confiando na Justiça e em sua inocência. Isso evitaria um processo no PSDB que sempre pode provocar desconfortos e dissabores a ele”, disse Dória.

Já o senador Antonio Anastasia (PSDB) quando questionado sobre a pressão de alas do partido pelo afastamento de Aécio Neves (PSDB), pediu moderação. “Sou daquela tese antiga, de presunção de inocência. Se não foi condenado, não pode ser punido. Aécio não tem condenação. Decisão sumária não existe no Direito”, disse ele. “Hoje é Aécio, amanhã é Marina, depois João”, finalizou Anastasia. O senador é um dos mais próximos de Aécio.

Comente com Facebook