/Além do troféu e da vaga na Libertadores de 2020, uma fortuna está em jogo: o campeão levará R$ 52 milhões de premiação, e o vice ficará com R$ 21 milhões. Por terem entrado já nas oitavas de final (já que estavam também na Libertadores), os dois finalistas da Copa do Brasil receberam até o momento R$ 12,35 milhões. Ou seja: o campeão, ao final da competição, terá recebido uma premiação de pouco mais de R$ 64 milhões. Veja os valores: Oitavas de final: R$ 2,5 milhões Quartas de final: R$ 3,15 milhões Semifinais: R$ 6,7 milhões Vice-campeão: R$ 21 milhões (total R$ 33,35 milhões) Campeão: R$ 52 milhões (total 64,35 milhões) O Athletico, que despachou o Grêmio nos pênaltis, luta pelo seu primeiro título na Copa do Brasil.

Além do troféu e da vaga na Libertadores de 2020, uma fortuna está em jogo: o campeão levará R$ 52 milhões de premiação, e o vice ficará com R$ 21 milhões. Por terem entrado já nas oitavas de final (já que estavam também na Libertadores), os dois finalistas da Copa do Brasil receberam até o momento R$ 12,35 milhões. Ou seja: o campeão, ao final da competição, terá recebido uma premiação de pouco mais de R$ 64 milhões. Veja os valores: Oitavas de final: R$ 2,5 milhões Quartas de final: R$ 3,15 milhões Semifinais: R$ 6,7 milhões Vice-campeão: R$ 21 milhões (total R$ 33,35 milhões) Campeão: R$ 52 milhões (total 64,35 milhões) O Athletico, que despachou o Grêmio nos pênaltis, luta pelo seu primeiro título na Copa do Brasil.

Munido de uma pasta e algumas anotações em papéis na entrevista coletiva, o técnico Tite passou boa parte dos mais de 40 minutos falando que Neymar está pronto para jogar. Lembrou que o técnico do PSG, Thomas Tuchel, já dissera o mesmo e evitou entrar em temas pessoais do atacante – como a frustrada negociação na última janela de transferências.

Mas, de tanta insistência dos jornalista, baixou a guarda num momento. E admitiu que tem preocupação com a condição de Neymar no PSG. Algo que não lhe compete e sobre o qual não tem a menor interferência. Só manifestou sua torcida para que o atacante se concentre apenas no seu futebol. Nesta sexta-feira, o Brasil, com Neymar, enfrenta a Colômbia, às 21h30, no estádio do Miami Dolphins, em Miami, na Flórida. O primeiro amistoso da data Fifa de setembro.

Com antigo discurso sobre Neymar – que ele fez questão de dizer que não imutável -, o treinador lembrou que o considera um dos três melhores do mundo e, por isso, é indispensável para a Seleção, mesmo com o título da Copa América do Brasil conquistado sem o craque, que estava lesionado. Neymar ainda não disputou uma partida nesta temporada, enquanto aguardava as negociação entre PSG e Barcelona – acabou permanecendo no PSG.

Tite citou Hazard, para ele também um jogador extraordinário, mas que apesar de pensar tão rápido quanto Neymar não executa da mesma maneira o futebol como o brasileiro.

– Sabe o aproveitamento com e sem ele? É praticamente a mesma coisa. A equipe se fortaleceu em relação a isso. Ao mesmo tempo, o Neymar é indispensável. 50% dos gols com o Neymar em campo são dele ou com assistência dele – afirmou Tite.

Sobre outro jogador muito importante para a equipe, Tite reforçou a confiança em Philippe Coutinho. O treinador comentou que os primeiros jogos do camisa 11 foram observados com atenção especial pela comissão da Seleção.

– Nós acompanhamos o Coutinho, nos jogos do Bayern. Ele jogando atrás do Lewandowski com liberdade de criação. É um jogador com nível técnico muito grande, qualidade muito grande. E tomara também que tenha uma continuidade para que possa desenvolver todo o seu potencial./ ge

Comente com Facebook