/Tianguá deve ter novas eleições suplementares

Tianguá deve ter novas eleições suplementares

Por unanimidade, o Tribunal Regional Eleitoral, em sessão realizada nessa noite de segunda-feira, manteve a anulação dos diplomas do prefeito de Tianguá, José Jaydson, e do vice, Mardes Ramos. O Pleno do TRE rejeitou os embargos de declaração apresentados pela defesa do prefeito e do vice, que buscavam reverter a anulação dos seus mandatos, o que  havia ocorrido no dia 20 de agosto por essa mesma Corte.

O relator da matéria, juiz José Vidal Silva Neto, não acatou os recursos, no que foi seguido por demais membros do Tribunal. Segundo a assessoria de imprensa do TRE, essa decisão será publicada nesta semana no Diário de Justiça do Estado e, após isso, o presidente da Câmara Municipal, Francisco Cléber Silva, deverá assumir a prefeitura até a realização eleições suplementares.

ENTENDA O CASO

O prefeito de Tianguá, Jose Jaydson Saraiva de Aguiar e o vice-prefeito, Mardes Ramos de Oliveira, tiveram seus mandatos cassados pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE) em sessão realizada nesta terça-feira (20/08). De acordo com o entendimento do TRE Jose Jaydson encontrava-se inelegível por oito anos, após a eleição de 2016, quando foi condenado por abuso de poder econômico e político quando disputava as Eleições 2016, na época não foi eleito. O Tribunal então determinou a cassação da candidatura e, consequentemente, do mandato.

Comente com Facebook