Pesquisa Quaest: aprovação de Lula recua em todas as regiões do país

2 Min. de Leitura

Uma nova rodada de pesquisa de avaliação do governo indicou que a aprovação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) recuou, sendo a expectativa dos eleitores sobre a situação econômica e o excesso de viagens feitas pelo chefe do Executivo os pontos negativos apontados pelo levantamento.

Segundo a Genial/Quaest, a aprovação do trabalho feito pelo chefe do Executivo, que era de 60% em agosto, passou para 54% neste mês de outubro.

Outros 42% dos respondentes desaprovam o mandato de Lula, o que representa um crescimento de sete pontos porcentuais em relação ao indicador registrado na pesquisa anterior, que foi de 35%. Não sabem ou não quiseram responder 4%. O levantamento ouviu 2.000 eleitores entre os dias 19 e 22 de outubro e tem uma margem de erro de 2,2 p.p e um índice de confiabilidade de 95%.

O otimismo sobre a situação econômica do País também sofreu uma queda, segundo a Quaest. Perguntados sobre a expectativa em relação à economia nos próximos 12 meses, 50% afirmaram que a tendência é melhorar. No levantamento de agosto, 59% tinham expectativas positivas, um recuo de nove pontos percentuais.

Outros 28% afirmaram que a tendência era de uma piora, um crescimento de seis pontos porcentuais comparado ao levantamento feito em agosto. Para 18%, a economia deve ficar do mesmo jeito em que está atualmente e 4% não souberam ou não quiseram responder.

Aprovação do trabalho de Lula em outubro/2023, por região:

  • Aprova: Nordeste: 68% – Sudeste: 49% – Sul: 50% – Centro-Oeste/Norte: 50%
  • Desaprova: Nordeste: 29% – Sudeste: 45% – Sul: 45% – Centro-Oeste/Norte: 46%
  • Não sabe ou não respondeu: Nordeste: 3%  Sudeste: 5%  Sul: 5%  Centro-Oeste/Norte: 4%

Aprovação do trabalho de Lula em agosto/2023, por região:

  • Aprova: Nordeste: 72% – Sudeste: 55% – Sul: 59% – Centro-Oeste/Norte: 52%
  • Desaprova: Nordeste: 25% – Sudeste: 39% – Sul: 38% – Centro-Oeste/Norte: 39%
  • Não sabe ou não respondeu: Nordeste: 3%  Sudeste: 6%  Sul: 3%  Centro-Oeste/Norte: 9%

Foram ouvidas 2.000 pessoas, pessoalmente, entre os dias 19 e 22 de outubro; margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos

Compartilhar Notícia